6 coisas que você não sabe sobre a agressividade em crianças

Atualizado: 6 de mar. de 2021

Mesmo se preocupando e tentando proporcionar o máximo de bem-estar para seus filhos, muitos pais enfrentam dificuldades com alguns comportamentos e a agressividade é, geralmente, a mais preocupante.





Em primeiro lugar precisamos compreender que a agressividade é parte da concepção do ser humano e que ela é expressa de diferentes formas, a depender da personalidade, do ambiente e das vivências pessoais de cada criança e também dos adultos. Algumas crianças podem ter crises de choro, outras agredir os pais ou outras crianças, podem destruir brinquedos, gritar, morder, fazer birras.


Leia mais: Como posso ajudar meu filho a desenvolver inteligência emocional?


6 atividades para trabalhar a raiva e acalmar as crianças


Saiba mais sobre o assunto para poder lidar com a agressividade das crianças:

Elas não sabem expressar a raiva de outra forma

O comportamento agressivo pode ser a única forma aprendida pela criança para expressar sua raiva.


Elas podem nem saber exatamente o que estão sentindo

Por não compreenderem muito bem o que estão sentindo, as crianças tem episódios agressivos como gritar, chutar, morder, xingar.


Elas podem estar espelhando um comportamento seu

Não é novidade que as crianças tem os adultos como modelos e isso quer dizer que pais que não lidam muito bem com a própria raiva tem dificuldade em ensinar os filhos a lidar bem com ela também.


Elas precisam da sua atenção

Todo comportamento que difere do comportamento habitual da criança merece atenção e sinaliza uma dificuldade interna que precisa ser observada e considerada.


Elas não estão lidando muito bem com a quebra da rotina

Mudanças nos hábitos, o nascimento de um irmão, o divórcio dos pais, um problema na escola, o luto e a carência afetiva são algumas das situações que podem estar deixando seu filho agressivo.


Elas querem ser acolhidas e querem aprender a lidar com suas emoções

As crianças amam aprender e isso também envolve aprender sobre as emoções e como lidar com elas. Falar sobre as emoções e estar disponível são algumas formas de fornecer recursos para que a criança lide melhor com as situações do dia-a-dia.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo