Psicoterapia infantil - como funciona e quando devo procurar por esse serviço

Você sabe como funciona a psicoterapia infantil e em quais casos a melhor opção é procurar um psicólogo para te auxiliar?





A infância é o momento de maior importância na vida de qualquer ser humano, nessa fase aprendemos sobre o mundo e a criatividade se expressa com facilidade. É onde os primeiros afetos vão proporcionar acolhimento para encorajar a vida no futuro e que as angústias, inseguranças e medos imaginários podem provocar mudança no comportamento.

Quando a bagunça, a alegria e o barulho dão espaço ao silêncio e ao isolamento, causando mudança no comportamento, ou quando existe alguma dificuldade para passar por alguma fase do desenvolvimento significa que é um bom momento de cuidar da saúde mental dos pequenos.


O que é a psicoterapia infantil?

Conduzida por um profissional psicólogo, a Psicoterapia Infantil é o cuidado e a atenção a saúde mental e emocional das crianças. É um espaço de acolhimento dos medos, angústias, dificuldades que envolvem o desenvolvimento e também o emocional das crianças.


Qual o objetivo da psicoterapia infantil?

Seu objetivo é ajudar as crianças e suas famílias em processos de conflitos emocionais, comportamentais e no processo de autoconhecimento. Através de métodos lúdicos como jogos, brinquedos, estórias, desenhos, colagens e pinturas nós psicólogos temos a oportunidade de conhecer melhor a criança, seus pensamentos e sentimentos podendo assim compreender melhor suas angústias, fantasias e os seus sintomas. Entendendo a si e o mundo que a cerca, a criança passa a ter ferramentas próprias para tomar decisões importantes e lidar com questões que enfrentarão pela vida, com o objetivo de prevenir problemas familiares ou reduzir possíveis dificuldades já instaladas.


Como é o processo da psicoterapia infantil:

Em primeiro lugar são feitas algumas sessões somente com os pais para entender a queixa, os motivos da busca profissional e coletar dados da história de vida da criança e da família. Somente depois das entrevistas inicias com os pais o profissional terá maiores condições de se encontrar com a criança.


Em seguida são realizadas as sessões com a criança para observar os sintomas, conhecer a criança e criar estratégias para o tratamento. Sabemos que as crianças não expressam seus sentimentos e emoções através da fala, como os adultos, elas verbalizam menos e tem outras formas de comunicações, por isso, o atendimento a elas é feito de forma lúdica, ou seja, “brincando” (com brinquedos, jogos, desenhos, pinturas).


É através do brincar que a criança expressar seu mundo interior, mostra suas dificuldades e coma ajuda do psicólogo encontrará ferramentas para enfrentar essas dificuldades e se posicionar no mundo de maneira mais saudável. Encontros periódicos somente com os pais são muitos importantes para o processo e acontecem para envolver os pais no tratamento, trazer orientações e também colher informações que o psicólogo pode precisar.


Como saber se meu filho precisa de um psicólogo?


Muitos motivos fazem uma criança necessitar de psicoterapia, mas isso pode ser percebido quando você sentir que seu filho está passando por “alguma dificuldade” que nem ele e nem você tem conseguido lidar ou entender. Algumas vezes o encaminhamento ao psicólogo vem da própria escola, quando existe uma dificuldade de aprendizagem ou de relacionamento, outras vezes o encaminhamento vem de outros profissionais de saúde como pediatra, fonoaudiólogo ou fisioterapeuta que observam em seu filho a necessita de um acompanhamento.


Muitos pais têm dúvidas sobre quando buscar ajuda para os filhos e acabam inseguros por desinformação. Abaixo temos uma lista de alguns motivos para procurar ajuda de um psicólogo:


  • ​mudanças bruscas de comportamento

  • agressividade

  • dificuldades de aprendizagem

  • timidez e isolamento

  • atrasos no desenvolvimento

  • sintomas de ansiedade e depressão

  • separação dos pais

  • ciúme devido a chegada de um novo irmão

  • mentiras

  • luto

  • tristeza excessiva

  • medos exagerados

  • dores sem causa aparente

Caso observe alguns dos sintomas acima, não hesite em buscar ajuda, pois os benefícios da psicoterapia são imensos. A criança descobre a si mesma, aumenta suas forças pessoais, tem uma vida emocional mais equilibrada e se torna um adulto muito mais feliz.


Alguns lembretes importantes:

▪️ O processo não é algo instantâneo, algumas crianças demoram bastante para ter a diminuição dos sintomas ou mudança no comportamento.

▪️ A família tem que participar ativamente, ouvir o que o psicólogo propõe e tentar colocar em prática.

▪️ O processo não irá resolver todos os problemas familiares, e não é mágico ou milagroso. Envolve comprometimento e dedicação de toda a família.

▪️ Tem começo, meio e fim mas não tem número de consultas pré-estabelecido, pois depende do desenvolvimento de cada criança e do seu vínculo com o psicólogo.





Camila Figueiredo é Psicóloga Infantil e da Adolescência, apaixonada pelo universo infantil juvenil e pela disciplina positiva.

Oferece atendimento em consultório próprio na Rua Santa Marcelina, 120 - Vila Carmosina. Agende um horário!


45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo